Magia de Invocação - Os Seres Elementais

Leave a Comment
Magia de Invocação - Os Seres Elementais | Wicca, Magia, Bruxaria, Paganismo

Como vimos anteriormente em Magias de invocação - Um estudo sobre diferentes maneiras de realizá-las, existem diversas formas de se praticar a magia de invocação. Neste post veremos uma forma simples, eficaz e muito saudável de praticá-la. Trata-se da magia dos Elementais!

Seres Elementais em nossas vidas


Antigos filósofos determinaram que toda a criação originou-se de 4 elementos base: Fogo, Água, Terra e Ar. Esse ponto de vista mudou muito com o avanço da ciência, mas os elementos ainda são vistos dessa maneira dentro de muitos cultos, inclusive na Wicca.

É importante percebermos que o elemento Fogo não é somente o mesmo que uma chama; o elemento Água não é somente o mesmo que o líquido que bebemos; o elemento Terra não é somente aquilo em que pisamos; e o elemento Ar não é somente o que respiramos. O simbolismo existe e a representação deles é muito importante, mas eles são muito mais do que isso: São vida, intuição, purificação e emoção, são fluxos de energia com características próprias que vão de encontro com os próprios aspectos da vida. Eles estão muito ligados com as nossas emoções, com a psique humana e com a natureza.

Antigos mitos e teorias nos contam que seres divinos (ou espíritos) foram enviados à Terra em formação para criar ordem a partir do caos, e quando entraram em contato com a influência vibracional de nosso plano, tornaram-se os 4 elementos, ligando a Terra à natureza e ao divino. Os elementais (ou familiares), por exemplo, são muito referenciados como espíritos ou entidades da natureza, agrupados em 4 categorias, e, normalmente, vistos como alguns seres específicos.

É comum citar o Espírito ou Éter como um quinto elemento presente entre os outros elementos ou como uma junção de todos. Inclusive é possível localizá-los em um símbolo comum entre vários cultos: o pentagrama. Uma estrela de 5 pontas, 4 representando os elementos básicos e a ponta do topo representando o espírito. Se colocada sobre um círculo, torna-se o pentáculo, com esse círculo representando o universo com tudo que o constitui.

Pentagrama e os Elementos | Wicca, Magia, Bruxaria, Paganismo


Os Seres Elementais

Cada elemento tem traços que o destacam do outro – e esses traços se refletem em nós mesmos, em nossa personalidade e em cada aspecto de nossa vida. É comum estarmos mais próximos de um do que de outro, e isso nunca fica fixo, pois estamos sempre em constante evolução.

Terra - Gnomos 

Elemento Terra | Wicca, Magia, Bruxaria, Paganismo
Tradicionalmente, eles são protetores dos tesouros da terra. Mitos concordam que eles não simpatizam com humanos, mas que, se um humano ganhar a confiança de um Gnomo, ele poderá tornar-se um grande amigo e aliado.

Há uma lenda que diz que eles possuíam um rei chamado Gob, e seus seguidores eram chamados de Goblins, seres travessos que aninhavam-se em casas humanas, sobretudo aquelas que continham crianças.

Quando estavam em equilíbrio, ajudavam a fazer as tarefas a noite e disciplinavam os pequenos, dando-lhes presentes quando eram bons ou punições quando eram maus. Quando irritados, eles tornavam-se imprevisíveis: derrubavam coisas pela casa, arrastavam móveis e tiravam a roupa de cama de quem dormia, semelhante ao fenômeno Poltergeist.

Cultivar um jardim, um jardim zen ou ter plantas em casa são uma forma de atrair a presença dos Gnomos. Na bruxaria, os Gnomos promovem confiança, solidez e força.

O elemento Terra também é considerado a energia feminina mais poderosa, é fértil e estável, conectado com a Deusa Mãe Gaia. É relacionado ao leste e associado com as cores verde e marrom. É representado pelo naipe “ouros” das cartas do Tarot.



Água - Ondinas 

Elemento Água | Wicca, Magia, Bruxaria, Paganismo
Ondinas mostram-se aos humanos como ninfas ou sereias. É dito que elas também frequentam pântanos, lagoas, rios subterrâneos, poços e também estão presentes na umidade e em outros líquidos. É comum vermos, em antigos mitos, relatos de sereias em cachoeiras e lagoas, assim como em fontes. No mar, são chamadas de Oceânides, filhas do Titã Oceano.

Ondinas trazem equilíbrio, tranquilidade e inspiração. Ter uma fonte em casa com água corrente promove o fluxo de energias e atrai Ondinas para o local.

Este elemento é relacionado com o oeste, associado com mistério e emoção. É uma energia feminina e altamente conectada com os aspectos da Deusa. É associado com a cor azul e o naipe “copas” das cartas do Tarot.

As Ondinas são muito emotivas, amigáveis e abertas a partilhar serviço com os humanos, mas é necessária uma cautela extra pois elas podem ter uma influência alta sobre o bem estar emocional.


Fogo - Salamandras 

Elemento Fogo | Wicca, Magia, Bruxaria, Paganismo
É através de sua influência que o fogo existe. Há muitos tipos de Salamandras, mas é comumente aceito que elas são muito orgulhosas e são bem fortes.

Assim como outros elementais, elas são arteiras e gostam de crianças, mas não entendem completamente o resultado de suas ações, podendo prejudicar aqueles ao redor se estiverem irritadas. São vistas com mais frequência a noite, mostrando-se como pequenas esferas de luz quando estão próximas à água (o fogo fátuo vem daí) e como lagartos em terra.

Salamandras trazem proteção, fartura e bem estar para o lar. Manter uma lareira, uma vela ou algo que emane calor é uma boa forma de atraí-las e agradá-las.

Este elemental é de energia masculina e de purificação, conectada à força de vontade. Simboliza a fertilidade do Deus, podendo criar ou destruir. Está relacionado com o sul, associado com paixão e criatividade. É associado com a cor vermelha e o naipe “paus” das cartas do Tarot.

Salamandras afetam diretamente a natureza humana e ligadas ao calor que emanamos de nosso corpo, podem influenciar nossas emoções e temperamento. Quando alguém é chamado normalmente de “cabeça quente”, é uma referência a esse estado que está fora de sintonia.

 Ar - Silfos 

Elemento Ar | Wicca, Magia, Bruxaria, Paganismo
Eles manifestam sua presença em aglomerados de nuvens, no vento que sopra, na formação da neve e nas tempestades. São também responsáveis pelo crescimento e desenvolvimento de toda vida vegetal presente no planeta, e mostram-se a nos na forma de fadas.

Há mitos que dizem que se você escutar com atenção, poderá escutar um Silfo falar contigo através do soprar do vento.

Eles se aproximam de artistas no geral, dando-lhes visões de beleza e sabedoria.

Manter sinos e objetos que interajam com os ventos são sinais de que você está aberto a receber Silfos em sua casa. Eles trazem inspiração, solução de problemas e mensagens importantes sobre eventos que estão para acontecer.

É associado com as cores amarelo e branco e ao naipe “espadas” das cartas do Tarot. Ele é relacionado com o ponto cardeal oeste.

É também discutido que As Musas da mitologia grega sejam, na verdade, Silfos que assumiram forma humana para inspirar e influenciar as ações da humanidade, conduzindo-nos a um caminho mais espiritual.


Seres Elementais ao nosso redor


Os Elementais estão em todos os lugares, porém nem todos conseguimos vê-los. Normalmente eles são visíveis somente àqueles que treinam a clarividência ou àqueles que “sintonizam-se” na mesma faixa vibracional. É mais fácil de vê-los longe das cidades, mas pode ter certeza de que alguns estão ao seu lado neste exato momento. Eles são seres conscientes, com emoções e vida.

Para trabalhar com energias elementais é importante se abrir a eles, prestando atenção às suas manifestações físicas e significados. Pense no que eles simbolizam e a que aspectos da vida eles se relacionam. Somente conhecendo a si mesmo e utilizando esse conhecimento é possível atingir equilíbrio.

Seguindo as pequenas dicas citadas acima, você poderá criar um ambiente confortável e aconchegante para todos os elementais dentro da sua casa. Caso ainda não tenha experimentado esta prática, prepara-se para deixar o ambiente onde você mora mais harmonioso, mais tranquilo e cheio de energias positivas!